topbanner
Conteúdo Principal
Marinha Portuguesa - Instituto Hidrográfico - 60 Anos de conhecimento do Oceano

Missão da Brigada Hidrográfica no Arquipélago dos Açores: ponta ocidental da ilha de São Miguel

No âmbito dos levantamentos hidrográficos realizados pela Brigada Hidrográfica na região autónoma dos Açores, a decorrer desde 25 de junho de 2017, a utilização dos modernos sondadores multifeixe permitiu adquirir imagens do fundo marinho com rara beleza e que se associam à natureza muito particular das ilhas. No caso concreto do levantamento na ponta ocidental da ilha de São Miguel, numa área localizada entre a Ponta da Ferraria e os Mosteiros, foi possível prolongar a grande rugosidade morfológica que se observa nas encostas da Ponta dos Mosteiros para a plataforma insular adjacente, bem como observar as cristas rochosas que envolvem o ilhéu dos Mosteiros. Mais a sul, entre a Ponto do Escalvado e a Ponta da Ferraria, a plataforma insular é mais extensa, apresentando isolados afloramentos rochosos de geometria circular, tipicamente associados a aparelhos vulcânicos semi-desmantelados.

Esta missão também serviu para fortalecer a colaboração com o Departamento de Biologia da Universidade dos Açores, que embarcou uma equipa de 6 investigadores/alunos, de diversas nacionalidades, e que puderam colher dados referentes à biodiversidade marinha, nomeadamente no banco dos “Lourenços” e no banco “Sabrina”. Além dos dados acústicos do fundo e da coluna de água, onde se podem identificar manifestações de hidrotermalismos existentes nos Mosteiros, foram colhidas amostras da cobertura sedimentar para classificação remota do tipo de fundo.

Os trabalhos estão a decorrer a bordo da embarcação de sondagem “Gaivota”, projetada a partir do NRP Dom Carlos I e aguarda-se, com expetativa, o aparecimento de outras formas submarinas singulares.

  2017-08-04    115 / 115 / 85282;