topbanner
Conteúdo Principal
Marinha Portuguesa - Instituto Hidrográfico

Tempestade Félix

Durante os dias 10 e 11 de março verificou-se um agravamento do estado do mar em Portugal Continental, devido à passagem da tempestade Félix. Este temporal, originado pela propagação de uma baixa pressão no Atlântico Norte, gerou ondulação de Oeste de forte intensidade.

A rede de monitorização do Instituto Hidrográfico registou na boia de Leixões costeira uma altura máxima de 17.62 m e uma altura significativa de 9.96 m no dia 11 março às 08h00, com períodos de pico de 16 s e direção Oeste. Refira-se que os valores de altura medidos correspondem a máximos históricos na boia de Leixões costeira (ponto de observação ativo desde 1996).

  2018-03-13    85 / 85 / 151576;