topbanner
Conteúdo Principal
Marinha Portuguesa - Instituto Hidrográfico

Levantamento Topo-hidrográfico nas ilhas da Madeira e do Porto Santo

Uma equipa de quatro militares da Brigada Hidrográfica (BH) realizou levantamentos topo-hidrográficos (LTH) nas ilhas do Porto Santo e da Madeira, no período de 18 de março a 9 abril de 2022, com o objetivo de obter informação topo-hidrográfica atualizada para efeitos de atualização cartográfica.
A equipa da BH embarcou no dia 18 de março a bordo do NRP D. Carlos I, juntamente com a embarcação de sondagem Mergulhão, equipada com um sistema multifeixe de alta resolução. Foram também mobilizados equipamentos para topografia, nivelamentos geométricos e três marégrafos de campanha.

No dia 21 de março a equipa com a Mergulhão desembarcaram no porto de Porto Santo para realizar o primeiro levantamento. Este LTH teve a duração de um dia e meio onde foram realizadas sondagem do porto de Porto Santo, instalação de marégrafo, Nivelamento Geométrico (NG), coordenações GNSS de 6 Pontos de Apoio (PA) e topografia com interesse cartográfico.

No dia 22 de maio a equipa e Mergulhão voltaram a embarcar no NRP D. Carlos I rumo à ilha da Madeira onde desembarcaram no dia seguinte, juntamente com a lancha hidrográfica e todo o material.


Durante as duas semanas de permanência na ilha da Madeira foram realizados 3 levantamentos hidrográficos: porto do Funchal, porto do Caniçal e reserva natural do Garajau. Foram também coordenados 9 pontos de apoio, realizado nivelamento geométrico em três locais e instalados marégrafos de campanha – um no porto do Funchal e outro no porto do Caniçal.

No total, foram monitorizados 3 marégrafos de campanha durante todo o período da missão. Procedeu-se à manutenção do marégrafo do Funchal, pertencente à rede maregráfica nacional do Instituto Hidrográfico.

Nesta missão efetuou-se a recuperação de PA com NG em Porto Santo, Caniçal e Funchal, restabelecendo uma robusta rede local de PA com NG tendo a preocupação destes prevalecerem no tempo.

O estabelecimento de uma robusta rede de pontos de apoio foi preponderante para o estudo de um modelo do geoide global EGM 2008 1’ para verificar a sua aplicabilidade aos vários portos. Este estudo foi conclusivo, e o modelo foi aplicado aos dados hidrográficos com a introdução de um ajuste vertical, diferente para cada porto, de forma a reduzir a altitude elipsoidal à altitude ortométrica obtida por nivelamento geométrico.

Destaca-se nesta missão a atualização da informação hidrográfica nos portos. Informação esta que se revela de extrema importância para a segurança e manutenção de confiança dos operadores marítimos, sabendo-se que o porto do Funchal é um dos principais portos de Portugal, sendo presentemente o porto nacional com maior movimentação de turistas e o 13º a nível europeu, e o porto do Caniçal, local sensível para o abastecimento da ilha da Madeira, onde atracam os navios porta contentores, navios com abastecimento de combustíveis e navios de pesca.


Foi também realizado um levantamento hidrográfico na reserva natural parcial do Garajau, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentado da Madeira na proteção do meio marinho e conhecimentos das suas riquezas naturais, potenciando o aumento do conhecimento do fundo do mar com modelos batimétricos de grande resolução que permitem um planeamento e mapeamento no controlo das espécies que habitam o local.

Levantamento Topo-hidrográfico nas ilhas da Madeira e do Porto Santo
  2022-04-13    14 / 13 / 151577;