Início do Levantamento hidrográfico em Cabo Verde

A Brigada Hidrográfica iniciou, em 8 de março de 2020, um levantamento hidrográfico no Arquipélago de Cabo verde – Ilha de Santiago.

Este levantamento é realizado no âmbito do Projeto UNTIeD – Unlocking the megaTsunamI Deadlock: using the near-source impacts to constrain tsunami generation by volcanic flank colapses, um projeto que propõe uma abordagem multidisciplinar para o estudo dos impactos de um dos maiores tsunamis do registo geológico: o tsunami produzido pelo colapso da ilha do Fogo, há cerca de 73 000 anos.

O principal objetivo da proposta é utilizar os efeitos deste tsunami na ilha de Santiago, a apenas 55 km da fonte, para calibrar modelos numéricos de geração de tsunamis de colapso e da sua propagação e inundação das regiões próximas. O projeto UNTIeD resulta de uma parceria entre várias instituições, entre as quais o Instituto Hidrográfico, tendo como principal objetivo obter informação hidrográfica atualizada da plataforma continental geológica da ilha de Santiago, da linha de costa até haver sobreposição com os dados adquiridos pelos navios RV Meteor e NRP Almirante Gago Coutinho.

O levantamento irá ser realizado a bordo da embarcação de pesca “Ponta Preta” que está a ser equipada com um sistema sondador multifeixe do Instituto Hidrográfico, cuja capacidade de aquisição de dados de grande qualidade permite gerar modelos batimétricos de elevada resolução.

Nesta missão participam: um hidrógrafo, um técnico de hidrografia, dois patrões de embarcação, um técnico de manutenção de equipamentos e a guarnição da “Ponta Preta”.

  2020-03-15    113 / 112 / 45663;