Fundeada nova boia multiparamétrica ao largo de Sines

No dia 29 de abril de 2020 foi fundeada uma nova boia multiparamétrica ao largo de Sines.

Esta missão foi realizada a bordo do NRP Almirante Gago Coutinho e envolveu a guarnição do navio e uma equipa técnica do Instituto Hidrográfico reforçada com mergulhadores também da Marinha.

A rede de boias oceânicas multiparamétricas conta agora com cinco boias: uma ao largo de Leixões, duas na zona do Canhão da Nazaré, uma ao largo de Sines e outra ao largo de Faro.

Trata-se de uma boia ondógrafo que monitoriza também parâmetros meteorológicos, temperatura da água, presença de hidrocarbonetos, corrente superficial oceânica e ruído ambiente submarino. Foi impulsionada pelo projeto SUBECO – “Edificação de um sistema de vigilância acústica submarina”, suportado por fundos da defesa nacional.

O fundeamento desta nova boia, 11 anos após o fundeamento da primeira boia multiparamétrica, em 24 de abril de 2009, vem valorizar o conjunto de redes de monitorização do oceano costeiro ao largo de Portugal Continental (MONIZEE) operada pelo Instituto Hidrográfico e irá contribuir para melhorar significativamente as previsões da evolução futura do estado do oceano costeiro, essenciais no quadro do apoio às missões da Marinha ou na disseminação de produtos destinados aos utilizadores do mar.

Os dados emitidos, em tempo real, por esta boia já se encontram disponíveis neste site do Instituto Hidrográfico. 

  2020-05-03    132 / 131 / 42322;