topbanner
Conteúdo Principal
Marinha Portuguesa - Instituto Hidrográfico - 60 Anos de conhecimento do Oceano

Levantamento Hidrográfico via navegável do Douro – Estuário do rio Douro – Final da Campanha

A Brigada Hidrográfica (BH) finalizou o Levantamento Hidrográfico (LH) da via navegável do Douro (VND) desde a foz do Douro à barragem de Crestuma, no dia 26 de maio 2021, perfazendo 3 semanas de sondagem e 3 dias para coordenar boias e balizas e adensamento de sondagem.

Este trabalho contou com mais de cem horas de navegação e uma extensão de 22 km. A lancha hidrográfica sondou , em média, 8 horas por dia, com rendição da equipa à hora do almoço.

A maior dificuldade sentida no decorrer do levantamento hidrográfico foi a área da foz do rio Douro onde a variação da propagação do som na água era muito variável o que exigia a realização de grande número de perfis verticais da velocidade do som. À medida que avançávamos em direção a montante do rio, esta questão foi diminuindo. Em 15 dias de sondagem foram realizados 67 perfis da velocidade de som na água. Este parâmetro, constantemente atualizado, promove uma boa qualidade dos dados batimétricos, uma vez que diminui os erros de de refração no traçado dos raios sonoros.

Outra dificuldade sentida foi a sondagem por baixo das várias pontes que atravessam o rio, onde se verificou a perda de integridade GNSS e consequentemente o rigor no posicionamento, principalmente na vertical. Nestes locais foram utilizados os dados dos marégrafos instalados, o que permitiu obter uma excelente qualidade do modelo batimétrico comprovado pela possibilidade de visualização de pequenas ripples criadas pela corrente debaixo das pontes.

No geral, a qualidade dos dados obtidos foi excelente, com incertezas verticais menores que 20 cm.

Foram também coordenadas 105 boias e balizas que delimitam o canal de navegação e depois, em processamento, foi verificada a posição de projeto em relação ao posicionamento obtido.

Foi também realizada nova topografia na marina do Douro, no Freixo e em Avintes, nos passadiços do Douro.

O controlo de qualidade foi realizado diariamente assim como a análise das discrepâncias entre a nova batimetria e a carta náutica. Nesse sentido foram realizados 4 comunicados hidrográficos para possível publicação de avisos aos navegantes.

No final desta campanha, procedeu-se à troca do hidrógrafo do levantamento, para que este possa realizar o processamento dos dados obtidos. Uma nova equipa vai ser responsável pela sondagem nas próximas duas albufeiras do rio Douro.

Os dados adquiridos irão ser disponibilizados para atualização da informação batimétrica e análise de eventuais necessidades de dragagem, sinalização ou atualização de publicação náuticas tais como as cartas náuticas ou as cartas eletrónicas de navegação.

  2021-06-24    32 / 31 / 85275;