topbanner
Marinha Portuguesa - Instituto Hidrográfico

Ensino e formação

A hidrografia é uma das áreas técnicas de responsabilidade do IH desde a sua criação em 1960. Na verdade, a importância da hidrografia vem da Época dos Descobrimentos, tendo evoluído ao longo dos séculos aproveitando os avanços da ciência e da tecnologia.

Por sua vez, o ensino da hidrografia existe em Portugal desde muito antes da criação do IH, uma vez que sempre houve necessidade de conhecer o mar nas suas diferentes áreas de interesse. Embora se use o termo hidrografia em sentido mais lato, na verdade, esta está intrinsecamente ligada a outras áreas de investigação e utilização do mar como a cartografia, a oceanografia, a geologia ou a navegação.

Tendo durante muito tempo existido diversas formas e instituições nacionais e estrangeiras onde se preparavam do ponto de vista académico os futuros profissionais de hidrografia, foi, contudo, com a criação do Centro de Instrução, em 1970, que o IH passou a contar com um lugar próprio, de excelência, para este fim. Este evoluiu mais tarde para a Escola de Hidrografia e Oceanografia que hoje está integrada no Sistema de Formação Profissional da Marinha (SFPM), sendo a única escola de formação em Portugal que ministra cursos de hidrografia reconhecidos pelo International Board on Standards of Competence for Hydrographic Surveyors and Nautical Cartographers (IBSC), uma comissão de peritos e de representantes da FIG-IHO-ICA (Federação Internacional dos Geómetras, Organização Hidrográfica Internacional e Associação Internacional dos Cartógrafos).

Com o reconhecimento internacional conseguido na década de oitenta do século XX para os dois cursos aqui ministrados, foi dado um salto qualitativo que permitiu aos alunos aqui formados obterem um certificado com reconhecimento internacional.

A Escola de Hidrografia e Oceanografia (EHO)

Criada em 1979 - embora nessa altura numa na situação de adstrita ao IH, não como um órgão da sua estrutura -, a EHO é hoje um órgão da estrutura orgânica do IH à qual compete, de acordo com o Decreto-Lei n.º 230/2015, de 12 de outubro, “a realização de cursos com vista à formação de
técnicos necessários às atividades hidrográficas e oceanográficas do IH ou que, relacionadas com estas, interessam à Marinha ou ao País”. A EHO depende do diretor-geral do IH, sem prejuízo da autoridade funcional do Superintendente do Pessoal da Marinha na área da formação.

Para cumprir a sua missão, a EHO conta com um conjunto de formadores com uma elevada qualificação técnica e uma sólida experiência profissional e pedagógica, sobretudo constituído por pessoal militar e civil proveniente de diversas áreas técnicas do IH. Nas áreas em que não disponha de pessoal interno com as qualificações necessárias, a EHO conta, ainda, com a colaboração de professores externos de mérito reconhecido para lecionar alguns dos módulos dos cursos que compõem a estrutura curricular dos cursos.

A estrutura orgânica da EHO é a que se segue:

A EHO está localizada nas instalações do IH (sede), na Rua das Trinas, em Lisboa.

Resultados

Até setembro de 2022, altura em que terminou mais um Curso de Especialização em Hidrografia, a EHO permitiu a formação de 267 hidrógrafos, conforme dados apresentados de seguida. Pode verificar-se que os alunos são provenientes de vários países e continentes, havendo uma predominância de militares portugueses e de países de língua portuguesa.

  

 

Cursos ministrados na EHO

A formação em hidrografia ministrada na EHO destina-se, prioritariamente, a suprir as necessidades do próprio IH, e da Marinha, libertando as vagas que não forem preenchidas com este fim para pessoas ou instituições externas à Marinha, como militares de instituições com quem o IH tem protocolos ou acordos de cooperação. No entanto, existe ainda a possibilidade de receber candidaturas espontâneas de pessoas que demonstrem cumprir os requisitos definidos para o efeito. No total, podem ser admitidos 12 alunos em cada edição de cada um dos cursos.

  • Curso de Especialização em Hidrografia, com a categoria “A”
    • Requisitos de admissão:
    • Licenciatura em Ciências ou Engenharia (formação base em matemática e física);
    • Oficiais subalternos oriundos da Escola Naval e alunos do Curso de Formação de Oficiais do Serviço Técnico.
    • Componente académica:
      • Disciplinas: Matemática, Processamento de dados, Física, Eletricidade, Eletrónica e Telecomunicações, Informática e Programação Básica, Meteorologia Náutica, Marinharia e Segurança, Navegação Elementar, Geodesia, Levantamentos Geodésicos, Sistemas de  Posicionamento em Geodesia e Hidrografia, Equipamentos de medição de ângulos e distâncias, Fotogrametria & Lidar, Determinação da Profundidade, Levantamentos Hidrográficos, Projeções Cartográficas, Cartografia Náutica, Oceanografia Física, Oceanografia Costeira, Geologia Marinha e Geofísica, Oceanografia Química, Oceanografia Biológica, Marés, Instrumentação Oceanográfica, Deteção Remota, Introdução à Hidráulica Marítima, Direito do Mar.
      • Visitas: Unidades de Marinha e organismos externos (1 semana).
      • Projetos: Levantamentos Hidrográficos, Processamento de Dados Hidrográficos e Cartografia Náutica (4 semanas) e Projeto Complexo Multidisciplinar (4 semanas).
      • Embarque: em navio hidrográfico (1 semana).
    • Perspetivas de saídas profissionais:
      • Instituto Hidrográfico;
      • Universidades dedicadas às ciências do mar;
      • Administrações portuárias;
      • Empresas de construção ou consultoria que realizem levantamentos hidrográficos, geofísicos ou oceanográficos para apoio a trabalhos de hidráulica marítima ou fluvial e a exploração e aproveitamento dos recursos marinhos.
    • Propinas (apenas inscrição):
      • Alunos nacionais: 4 000€;
      • Alunos de países com quem Portugal mantém programas de cooperação técnico-militar e provenientes de entidades estrangeiras com protocolo/acordo com o IH: 5 600€;
      • Alunos estrangeiros através de candidatura espontânea ou provenientes de entidades sem protocolo/acordo com o IH: 7 000€.
  • Curso Técnico de Hidrografia, com a categoria “B” (também designado Curso de Especialização em Hidrografia para Sargentos)
    • Requisitos de admissão:
      • 12.º ano de escolaridade, incluindo as disciplinas de matemática e física;
      • Ser sargentos na Marinha e estar habilitado com o 12.º ano de escolaridade, incluindo as disciplinas de matemática e física.
    • Componente académica:
      • Disciplinas: Matemática, Física, Eletricidade, Eletrónica e Telecomunicações, Informática, Programação Básica, Meteorologia Náutica, Marinharia e Segurança, Navegação Elementar, Geodesia, Levantamentos geodésicos, Sistemas de Posicionamento em Geodesia e Hidrografia, Equipamentos de medição de ângulos e distâncias, Levantamentos Hidrográficos, Determinação da Profundidade, Projeções Cartográficas, Cartografia Náutica, Oceanografia Física, Geologia Marinha e Geofísica, Oceanografia Química, Marés, Instrumentação Oceanográfica, Direito do Mar.
      • Projetos: Levantamentos Hidrográficos, Processamento de Dados Hidrográficos e Cartografia Náutica (3 semanas e meia).
      • Projeto Prático Final Abrangente realizado na Brigada Hidrográfica (12 semanas).
    • Perspetivas de saídas profissionais:
      • Instituto Hidrográfico;
      • Universidades dedicadas às ciências do mar;
      • Administrações portuárias;
      • Empresas de construção ou consultoria que realizem levantamentos hidrográficos, geofísicos ou oceanográficos para apoio a trabalhos de hidráulica marítima ou fluvial e a exploração e aproveitamento dos recursos marinhos.
    • Propinas (apenas inscrição):
      • Alunos nacionais: 3 300€;
      • Alunos de países com quem Portugal mantém programas de cooperação técnico-militar e provenientes de entidades estrangeiras com protocolo/ acordo com o IH: 4 700€;
      • Alunos estrangeiros através de candidatura espontânea ou provenientes de entidades sem protocolo/acordo com o IH: 5 900€.
  • Formação Modular

A formação modular do Curso de Especialização em Hidrografia e do Curso Técnico de Hidrografia permite a liberdade de escolha dos módulos que mais se adaptam às necessidades de cada interessado.

Esta modalidade destina-se a quadros superiores especializados nas áreas das engenharias e ciências da terra e do mar ou a indivíduos que já possuam cursos de hidrografia de categoria “A” ou “B” e que tenham necessidade de prosseguir com um processo de atualização de conhecimentos, acompanhando em simultâneo o desenvolvimento tecnológico que envolve a área da hidrografia e a aquisição de novas competências.

 

Contactos da EHO



Escola de Hidrografia e Oceanografia
Aula teórica na EHO.
Aula prática - levantamentos geodésicos
Aula de navegação
Formação a bordo da UAM Atlanta
Turma de curso de Categoria B
Turma de curso de Categoria A
 2023-11-08   11890 / 11890 / 517587;